Mercado de boi gordo: exportações de carne bovina permanecem altas

Boi gordo_ arroba teve alta nesta semana

Apesar do mercado interno enfraquecido e com preços mais baixos, as exportações permanecem em ótimo nível principalmente em relação as receitas

O mercado físico de boi gordo ainda registrou preços de estáveis a mais baixos nesta terça-feira (26).

Segundo o analista de Safras & Mercado Fernando Henrique Iglesias, os frigoríficos voltaram a tentar compras abaixo da referência média.

“A posição das escalas de abate por parte dos frigoríficos é muito confortável em grande parte do país. Resta saber se a demanda doméstica de carne bovina durante a primeira quinzena de agosto terá capacidade para inverter a curva de preços. Como se sabe, além da entrada dos salários na economia, precisa ser mencionada a demanda adicional durante o Dia dos Pais, data que tradicionalmente motiva o consumo de carnes ”, destaca Iglesias.

Ao mesmo tempo, o analista afirma que as exportações permanecem em ótimo nível, principalmente em relação as receitas.

  • Calor intenso está ameaçando lavouras e rebanhos

Dessa maneira, em São Paulo (SP), a referência para a arroba do boi caiu R$1 ficou em R$ 314. Já em Dourados (MS), os preços permaneceram em R$285.

Ao mesmo tempo, em Cuiabá (MT) a arroba de boi gordo teve preço de R$ 288. Por outro lado, em Uberaba (MG), os preços ainda são de R$295.

Finalmente, em Goiânia (GO), os preços do boi despencaram e chegaram a R$ 285 a arroba.

Boi: mercado atacadista

Dessa maneira, o mercado atacadista do boi gordo continua a operar com preços em queda.

Segundo Iglesias, a queda é compreensível, dada a reposição mais lenta entre atacado e varejo no decorrer da segunda quinzena do mês.

“Para a primeira quinzena de agosto ainda há expectativa de boa reposição e consequente recuperação dos preços, pensando no adicional de demanda durante o Dia dos Pais”, disse o analista.

Por conta disso, o quarto dianteiro do boi teve queda de R$0,60 e fechou com preço de R$ 16,20. Já a ponta de agulha também caiu e ficou a R$ 16,10, queda de R$0,40.

Por fim, o quarto traseiro do boi mantém-se em R$ 21,90 por quilo.

  • Consumo de carne bovina é um dos menores da história, diz Agrifatto

fonte: canal rural

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Condição da safra de milho nos EUA piora na semana, aponta USDA

O USDA disse que 58% da safra de milho dos EUA apresentava condição boa ou…

Preços da soja ficam em baixa no Brasil. Chicago sente queda do petróleo

Nos subprodutos, a posição setembro do farelo fechou em US$ 431,40 por tonelada e óleo…

Brasil exportou 9% a menos de soja no 1º semestre em comparação a 2021

Menor embarque para a China e quebra de safra justificam o recuo No primeiro semestre…