Chuvas de janeiro melhoram condições de pastagens em Mato Grosso

Nelore

Mês de janeiro foi marcado por chuvas mais intensas que o observado no mesmo período do ano passado e este cenário deve se manter para o mês de fevereiro, de acordo com informações do Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea).

A boa condição climática proporcionou aos criadores uma melhor qualidade das pastagens e os animais começaram a ser retidos para engorda dentro da porteira. Para janeiro/22, houve um aumento nos volumes de chuvas na maioria das regiões de Mato Grosso.

Esse cenário, inclusive, impactou na formulação dos preços no estado, uma vez que a baixa oferta de animais tem feito as negociações caminharem para cima ante a demanda aquecida do mercado externo.

Para o curto prazo, espera-se que as proporções das chuvas se mantenham entre 300 a 500 mm em grande parte do território, exceto em alguns municípios como Vila Rica e Canabrava do Norte, por exemplo, que tendem a registrar chuvas entre 200 e 300 mm.

DDG pode ser alternativa para suplemento de bovinos

Apesar do atual período das águas, parte dos produtores começam a se planejar para os confinamentos no estado.

Nesse viés, assim como nos últimos anos, o dispêndio com a suplementação dos animais tem sido um fator de alerta, visto que a tendência para 2022 é de preços elevados, de acordo com o Imea.

No entanto, o DDG (32% PB) tem sido uma alternativa para contornar esse cenário. Para se ter ideia, seu preço em janeiro/22 registrou a média de R$ 1.390,78, recuo de 5,08% quando se compara com o mesmo período do ano passado.

Além disso, ao analisar o comparativo com os principais concentrados proteicos, o DDG foi precificado a R$ 4,96/kg de PB em janeiro/22, enquanto o farelo de soja (46% PB) girou em torno de R$ 6,10/kg de PB no mesmo período; demonstrando sua maior competitividade no mercado.

Por fim, com a tendência de maior processamento de milho para produção de etanol na próxima safra, esperam-se preços ainda mais atrativos de DDG.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Superávit acumulado da balança comercial em maio é de US$ 2,7 bilhões

A média diária das exportações registrou, nas duas primeiras semanas de maio, aumento de 12,8%,…

Superávit com exportações do agronegócio cresce 20% em São Paulo

Em janeiro, as exportações do agronegócio no estado registraram aumento de 12,8% no faturamento, alcançado…

Mercado de grãos segue impactado por guerra; trigo e milho têm alta de 5%

As preocupações com o fluxo de grãos e oleaginosas produzidos na Rússia e na Ucrânia…